12 de dez de 2012

O Ensino à Distância: Telecurso 2000 e Instituto Universal Brasileiro



Após a realização de estudo e pesquisas em revistas, livros e internet sobre as propostas de ensino EAD no Brasil nas décadas de 40 e 90 no campo educativo escolhi falar do ensino por correspondência do INSTITUTO UNIVERSAL BRASILEIRO como sendo um dos meios mais importantes e eficazes ainda na ativa e por ser um veículo ainda muito popular de ensino a distância no Brasil. E uma segunda escolha recaiu no programa TELECURSO 2000, por compreender sua importância e relevância atual.
O Instituto Universal Brasileiro  fundado em 1941 e é um dos precursores no ensino à distancia no Brasil. Com o tempo, se tornou a maior escola do gênero no país, faz parte da primeira geração de ensino à distancia, o ensino por correspondência, caracterizado pelo material impresso e distribuído por meio de empresas de correios, modalidade na qual ele é destaque no Brasil.
Desde os primeiros anos de existência, o IUB ofereceu dois tipos de cursos: de um lado os cursos livres, ou cursos informais; de outro lado os cursos formativos educacionais ou cursos regulamentados por lei. Os primeiros cursos informais foram os cursos de datilografia, taquigrafia, estenografia e eletrônica em Rádio. Após alguns anos, foi lançado o primeiro curso regulamentado por lei, o curso de ensino ginasial denominado de Madureza Ginasial que tinha função preparatória para a prestação de Exames de Madureza Ginasial criados pelo Decreto Lei nº 4.244.
No início da década de 40, aproveitando a chegada da televisão ao Brasil, “o Instituto Universal Brasileiro lançou o curso
‘Aprenda Rádio e Televisão’, divulgando-o de maneira massiva num dos veículos de comunicação de maior expressão na época: a revista O Cruzeiro, que na época tinha uma tiragem semanal de 60.000 exemplares”. (FARIA, 2012, p. 117-119).

Há muitos anos que o Instituto Universal Brasileiro se especializa no ensino por correspondência, sistema que vem sendo preferido e cada vez mais procurado, tanto pela facilidade com que se aprende, pois o aluno em casa, está no ambiente mais apropriado para uma perfeita assimilação da matéria, quanto por ser o estudo individual, desenvolvendo-se independentemente do grau de adiantamento dos demais alunos, e também pela possibilidade de o aluno estudar nas horas de folga, sem prejuízo de suas ocupações habituais (IUB, 2012, p.2).

Atualmente, o Instituto Universal Brasileiro oferece Cursos Técnicos com direito ao Registro Profissional, Secretariado, Secretaria Escolar e Gestão Comercial. Também oferece cursos Profissionalizantes, desde pintura, corte e costura, eletrônica, mecânica de automóveis, até a aprendizagem de idiomas e programas de computador.
Nos cursos os alunos recebem um kit com todo material necessário ao estudo, por exemplo, no curso de idiomas são enviados livros e Dvds para auxiliar no estudo, já nos de mecânica e eletrônica é enviado o curso completo que consiste em 30 apostilas , nele o aluno aprende como funcionam TVs e rádios e trabalha com consertos e manutenção de carros. São enviados gratuitamente aos alunos, as peças e ferramentas necessárias à aprendizagem em 14 remessas.
Com o intuito de formar pessoas qualificadas para atuar no mercado de trabalho e na vida social, o IUB continua oferecendo o Supletivo de 1º e 2º grau, com oportunidade do aluno estudar em casa, podendo prestar os exames de conclusão no próprio Estado onde constitui residência (CORTELAZZO, 2009).
O IUB atende alunos com maior incidência de origem nas regiões Norte e Nordeste do Brasil, com renda mensal de 02 e 06 salários mínimos, sem profissão específica, ou seja, aquelas pessoas que buscam fazer um curso à distância para formação pessoal, pela comodidade de estudar sem obrigatoriedade da presença, horário, ou pelas dificuldades de acesso a um ensino presencial (FARIA, 2012).
O IUB sempre manteve uma sistemática particular para a pedagogia e para a metodologia utilizada nos cursos que oferece. Seu êxito pode ser atribuído pelo seu sistema de ensino no envio das apostilas organizadas segundo técnicas didáticas elaboradas pela própria equipe.
Os alunos interessados nos cursos do IUB podem se dirigir até os correios e solicitar um encarte com as informações dos cursos e o formulário para a sua inscrição, ou se preferir acessar por meio eletrônico a página http://institutouniversal.com.br/
Já o Telecurso 2000, foi criado em 1995. Mas essa ideia de educação a distância surgiu em 1978, apenas com outro nome. O Telecurso 2000, como se apresenta nos moldes atuais, é só uma evolução de outros projetos. É a fusão de duas iniciativas anteriores. Uma deles era o Telecurso 2.º Grau, lançado em janeiro de 1978, pela TV Globo. Foi feita uma parceria da Fundação Roberto Marinho com a Fundação Padre Anchieta, e da TV Cultura de São Paulo.
O outro projeto era o Telecurso 1.º Grau, que foi ao ar em março de 1981, resultado da parceria - outra vez Fundação Roberto Marinho - com o Ministério da Educação e a Fundação Bradesco.
Os meios pelos quais são realizadas as aulas são: vídeos televisão, apostilas, e material escolar (que não são enviados para os alunos, estes precisam ser comprados separadamente, diferente do IUB que envia todo o material de ensino). Esse material combinado ao processo do conhecimento pela comunicação transforma-se num sistema inovador e simples para educar. Assistir um programa exibido às 5h30 da manhã pode não parecer fácil, mas para quem está acostumado a trabalhar muito cedo, não vê grandes dificuldades (GOMES, 2012).

O ensino pela TV exige a mesma sistematização e organização do ensino por radiofusão, mas utiliza-se de uma outra linguagem, a audiovisual, para a apresentação de situações que ilustram o texto escrito e atinge diferentes estilos de aprendizagem (CORTELAZZO, 2009, p. 104).

O programa Telecurso 2000 veio para ficar, se fortalece cada vez mais, atualmente além de permitir a conclusão do 1º e 2º graus, também oferece cursos profissionalizantes na área de mecânica, eletrônica entre outros.
            Nesse sentido vemos a importância de divulgar e incentivar mais programas como o Instituto Universal Brasileiro e o Telecurso 2000 por sua relevância no campo educacional e pelas possibilidades educativas, formativas e profissionais que oferecem, principalmente para trabalhadores que não tiveram acesso ou não conseguiram concluir seus estudos ou não por não ter uma profissão definida. Pois além de possibilitar a profissionalização dessa parcela da população que não têm condições de arcar com um curso presencial, por ser gratuito e acessível a EAD possibilita transpor as fronteiras do comodismo, levando a educação a todos os pontos do globo e as pessoas mais necessitadas.

REFERÊNCIAS
  
CORTELAZZO, I. Prática pedagógica, aprendizagem e avaliação em Educação à distância. Curitiba: IBPEX, 2009.


FARIA, A. O Instituto Universal Brasileiro e a gênese da educação a distância no Brasil. Disponível em: < http://www.utp.br/Cadernos_de_Pesquisa/pdfs/cad_pesq13/8%20_o_iub_cp13.pdf>. Acesso: Nov/2012.


GOMES, R. Mídia, média e educação. Disponível em: < http://www.canaldaimprensa.com.br/canalant/midia/trint4/midia1.htm>. Acesso: Out/2012.


INSTITUTO UNIVERSAL BRASILEIRO – IUB. História. Disponível em: <http://www.institutouniversal.com.br/historia.asp?IUB>. Acesso em: out/2012.


INSTITUTO UNIVERSAL BRASILEIRO – IUB. Materiais de divulgação. S.d. 2010.

2 comentários:

  1. gostaria de saber como me matricular num curso de matematica a distancia em sua coorporaçao

    ResponderExcluir
  2. Eu moro na Paraíba posso fazer o cursos com vcs

    ResponderExcluir